Diferença da contabilidade financeira para a gerencial

 Diferença da contabilidade financeira para a gerencial!

 

Quando se fala em contabilidade, tanto contabilidade financeira quanto gerencial, muita gente pensa apenas nos registros, notas e planilhas que uma empresa precisa ter para prestar contas ao governo. Engana-se quem pensa assim.

Contabilidade é a ciência que analisa as movimentações no patrimônio de uma empresa. O resultado dessa análise é traduzido em informações e relatórios, que são entregues aos interessados em saber sobre o andamento do negócio.

Isso significa que a contabilidade não se limita ao que precisa ser apresentado externamente — para o governo, por exemplo. Ela também tem um papel estratégico internamente, para a própria organização, por revelar o desempenho da empresa e ajudar na tomada de decisões.

Portanto, essa área pode ter duas ramificações: a contabilidade financeira (externa) e a contabilidade gerencial (interna). Quer entender melhor o que é cada uma e quais são as diferenças entre elas? Então, acompanhe este post agora:

O que é contabilidade financeira?

A contabilidade financeira é voltada para fins externos. As informações contábeis são apresentadas para agentes de fora da empresa, por exemplo:

●Instituiçõesfinanceiras;
●Governo;
●Acionistas;
●Investidores;
● Fornecedores.

Cada um desses agentes utiliza as informações para a sua finalidade, como a fiscalização pelo governo ou a análise de desempenho pelos investidores e acionistas. Porém, todos os relatórios seguem um padrão, que é regulamentado por normas legais e entidades de classe, de maneira que os dados contábeis sejam transparentes e confiáveis.

A contabilidade financeira baseia-se principalmente em três relatórios: Balanço Patrimonial, Demonstrativo de Resultados de Exercício (DRE) e Demonstrativo de Fluxo de Caixa (DFC). Eles revelam aos interessados a saúde da empresa em termos econômicos, financeiros e patrimoniais.

O que é contabilidade gerencial?

Também chamada de contabilidade de gestão (do inglês Management Accounting), a contabilidade gerencial é voltada para dentro da empresa. Portanto, as informações contábeis são prestadas a agentes internos, como:

●Gestores;
●Sócios;
● Colaboradores.

Diferentemente da contabilidade financeira, os relatórios não precisam seguir requisitos legais, pois seu uso será estritamente interno.

Então, o formato e a periodicidade em que são elaborados seguem apenas os objetivos dos gestores, que precisam compreender e interpretar as informações para ajudar na tomada de decisões estratégicas para a empresa.

Portanto, a contabilidade gerencial não se limita ao cálculo e registro de dados contábeis. Ela é responsável também por direcionar as estratégias futuras e melhorar, por exemplo, a gestão de custos, a definição de preços e o uso de recursos financeiros.

Quais são as diferenças entre contabilidade financeira e contabilidade gerencial?

Embora exista uma separação entre contabilidade financeira e gerencial, as informações contábeis que são apresentadas externamente também podem ser usadas para fins internos. Portanto, existe uma intersecção entre elas, não uma separação completa.

Apesar disso, existem diferenças claras entre a contabilidade financeira e a contabilidade gerencial. Vamos ver agora as principais:

Finalidade

Esta é a grande diferença: a contabilidade financeira é voltada para fora, com o objetivo de prestar informações a agentes externos; já a gerencial é voltada para dentro, munindo os gestores e colaboradores com relatórios que ajudem a melhorar o desempenho da empresa.

Requisitos legais e princípios de contabilidade

A contabilidade financeira precisa seguir requisitos legais e cumprir os princípios de contabilidade para transmitir confiabilidade. Enquanto isso, a contabilidade de gestão não precisa seguir regra alguma — tudo vai depender da preferência dos gestores de cada empresa. Apesar disso, é comum seguir os mesmos preceitos da contabilidade financeira.

Enfoque temporal

Enquanto a contabilidade financeira é voltada para o passado — pois apresenta as movimentações dentro de um período de tempo específico —, a gerencial apenas utiliza o histórico contábil para projetar o futuro da empresa, que é o seu papel principal. Para isso, os relatórios devem ser claros e objetivos para embasar as decisões dos gestores.

Obrigatoriedade

A contabilidade financeira é obrigatória. As informações sobre a situação patrimonial, fluxo de caixa e resultados do exercício devem ser publicadas e auditadas. Já a contabilidade gerencial é apenas uma ferramenta administrativa. Sua existência depende da necessidade de cada empresa.

Periodicidade

Os relatórios de Balanço Patrimonial, DRE e DFC devem ser apresentados anualmente, conforme a lei. É comum, porém, que eles sejam elaborados também mensalmente para fins administrativos. A contabilidade gerencial, então, não tem uma periodicidade obrigatória, embora as empresas costumam adotar controles mensais.

Há algumas divergências quanto à separação entre contabilidade financeira e gerencial. Para alguns, a segunda é apenas uma continuidade da primeira, já que se utiliza das mesmas informações, porém, em outros formatos e com outros objetivos. Para outros, no entanto, há uma separação clara entre contabilidade financeira e gerencial, baseada nas diferenças que apresentamos neste post.

Mais importante é perceber a importância de cada área para a empresa, independentemente se são vistas como avulsas ou não. A contabilidade financeira é essencial para manter as demonstrações em dia, e a gerencial ajuda a organização a criar melhores estratégias e tomar melhores decisões.

Preocupado com as estratégias de contabilidade do seu negócio?

MIGRE SUA CONTABILIDADE PARA O CONTADOR CERTO?

Entendeu as diferenças entre contabilidade financeira e gerencial?